100 metros rasos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

100 metros rasos é a prova mais imbecil e merda de todas as Olimpíadas, e mesmo assim é a prova mais aguardada por uma legião de pseudoapreciadores de esporte. Consiste em um grupo de 8 retardados começarem a correr loucamente após o disparo de um tiro, sinal de que a polícia está chegando. Estes marginais devem cruzar a linha de chegada o mais rápido possível, o que torna esta prova uma disputa 100% física e 0% intelectual (exceto quando um competidor é burro o bastante para largar antes do tiro ser disparado).

A única função da modalidade é confirmar a superioridade física afrodescendente, pois só negões e negonas ganham essas competições (exceto russos dopados, de vez em quando).

História[editar]

A prova de 100 metros rasos foi inventada por crianças gregas na época da Grécia Antiga, pois enquanto dúzia de filósofos ficavam devaneando na ágora coisas úteis, as pessoas de intelecto inferior não tinham o que fazer a não ser ficar malhando e correndo para seduzir biscatinhas com seus músculos e disposição sexual, algo que os sábios não tinham. Sabe-se que a prova dos 100 metros rasos foi adaptada pelos ingleses para os jogos da Era Moderna no final do século XIX, mas a distância era de 110 jardas (91,44 m) e todos competidores tinham que correr com técnicas de silly walk num piso gramado, o que fez com que o primeiro recorde olímpico fosse de 23 segundos, algo que qualquer amador sedentário de hoje em dia consegue.

Por muitos anos vários atletas buscaram incessantemente superar a marca de 10 segundos, o que aconteceu em 1968 com Jim Hines que marcou 9,95 segundos. Todavia, na década de 80 foram inventados os esteroides, anabolizantes, o Biotônico Fontoura, o Gatorade, as drogas sintéticas, os sabonetes para Acne e diversos produtos para melhorar a performance física de atletas, e vários corredores passaram a marcar tempos abaixo de 10 segundos corriqueiramente.

Regras[editar]

Cronômetro eletrônico infalível marcando mais um vencedor da prova de 100 metros.

Os atletas devem largar de um meio-fio fixado na pista. O sinal de largada é dado por um tiro, que simboliza a chegada da polícia. Não é permitido queimar a largada, ou seja, começar a correr antes do tiro, algo que introduz uma tensão psicológica aos competidores, que parados estão ali temendo sendo atingidos por um tiro da polícia.

Após a largada todos ali devem correr igual a um bando de retardados mentais, e o primeiro que cruzar a linha de chegada vence. Algo que é necessário fazer na linha de chegada é esticar a cara e tentar usar o nariz avantajado para chegar em primeiro.

Percebe-se sempre que há aqueles que desiste no meio da corrida e começa a caminhar.

Recordistas[editar]

Homens[editar]

Tempo Atleta País
9.58
Usain Bolt
Bandeira da Jamaica Jamaica
9.69
Tyson Gay
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
9.69
Yohan Blake
Bandeira da Jamaica Jamaica
9.72
Asafa Powell
Bandeira da Jamaica Jamaica
9.74
Justin Gatlin
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
9.78
Nesta Carter
Bandeira da Jamaica Jamaica

Mulheres[editar]

Tempo Atleta País
10.49
Florence Griffith-Joyner
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
10.64
Carmelita Jeter
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
10.65
Marion Jones
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
10.70
Shelly-Ann Fraser-Pryce
Bandeira da Jamaica Jamaica
10.73
Christine Arron
Bandeira da França França
10.74
Merlene Ottey
Bandeira da Jamaica Jamaica
v d e h