Arremesso de peso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Na União Soviética, o peso arremessa VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal russa sobre a recordista Natalya Lisovskaya
Cquote1.png As pessoas gostam de arremessar coisas com as mãos, por isso o arremesso de peso é um esporte tão popular! Cquote2.png
Mentiroso

Arremesso de peso, popularmente conhecido como simulação de arremesso de Pokébolas é uma das tantas modalidades bizarras de atletismo, focada exclusivamente na força bruta e ausência total de capacidade intelectual, praticado em várias reuniões amistosas de black blocks e em algumas escolas secundárias de métodos cruéis). Neste esporte os competidores devem tentar imitar disparos de canhões com as mãos e vestirem-se como soldados espartanos (seminus e uniformes socados na bunda) e jogar coisas num gramado.

O esporte tem grande função social por servir de cotas inclusivas para obesos nos jogos olímpicos, um evento marcado por grande quantidade de corpos sarados, todo tipo de gordo pode ter sua chance neste esporte onde magros são proibidos.

História[editar]

Rufus, o Lenhador, tenta seu arremesso.

Há registros nos escritos de Homero mencionando soldados arremessando pedras na época da Grécia Antiga, a intenção era treinar arremessos de pokébolas o mais longe possível de modo a conseguir lançá-las por cima de muralhas inimigas e invocar pokémons dentro das linhas de defesa de cidades adversárias, mas não há quaisquer registros disso nos Jogos da Antiguidade.

Como sabemos, os pokémons foram todos extintos e hoje são apenas mitologia, sendo que o primeiro registro oficial da prática deste desporto se dá em Highlands na Escócia na época do século I. A região que até a descoberta da América era o Acre do mundo, um lugar tedioso e sem nada de divertido a se fazer, as pessoas que lá viviam tinham apenas beber whiskey como entretenimento, e uma vez lotados de cachaça, começam a fazer coisas estúpidas, como competições sobre quem joga mais longe uma porcaria qualquer.

Até o século XIX, os únicos praticantes dessa porcaria eram os escoceses e mesmo assim o esporte foi incluído como uma das modalidades da primeira Olimpíada de Atenas 1896. Todavia, somente nos Jogos de Londres 1948 a modalidade passou a ser disputado pelos travestis bombados também.

Devido a lesões permanentes que causavam decréscimo alarmante de participação no esporte, os arremessos pararam de ser lançados contra concorrentes, mas em vez disso então arremessados para o nada, de modo que não vencia mais quem acertasse qualquer alvo, mas apenas quem jogasse aquela bola idiota o mais longe.

Regras[editar]

Os homens devem lançar uma Pokébola maciça de 7,26 kg, enquanto as mulheres precisam lidar com uma menor de 4 kg. Um esporte que era para ser besta, inventaram umas regras para tentar padronizar alguma bobagem.

Ao contrário do senso comum o arremesso não pode ser executado de qualquer maneira, havendo algumas regras, como por exemplo, uma que proíbe que o arremesso seja feito com a base ou a palma da mão, mas que deve sim ser executado com os dedos.

O arremessador deve ficar numa área que deve medir exatos 2,135 m (porque alguém achou que 5 milímetros faria alguma diferença. A técnica do arremesso também é padrão, pois o atleta deve enfiar a bola no pescoço e imaginar que aquele troço é um violino, então imaginar o som insuportável do instrumento, e assim se revoltar totalmente e girar o corpo numa espécie de convulsão, e então arremessar a bolona.

A distância considerada é o ponto onde a bola atinge pela primeira vez o chão, pois é ali que o suposto pokémon seria liberado no caso de ser uma pokébola arremessada, sendo desconsiderado assim a distância em que a bola rolar.

Recordistas[editar]

Homens[editar]

Marca Atleta País
23.12 m
Randy Barnes
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
23.06 m
Ulf Timmermann
Bandeira da Alemanha Oriental Alemanha Oriental
22.91 m
Alessandro Andrei
Bandeira da Itália Itália
22.86 m
Brian Oldfield
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
22.75 m
Werner Günthör
Bandeira da Suíça Suíça
22.67 m
Kevin Toth
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos

Mulheres[editar]

Marca Atleta País
22.63 m
Natalya Lisovskaya
Bandeira da União Soviética União Soviética
22.50 m
Helena Fibingerová
Bandeira da República Tcheca República Tcheca
22.45 m
Ilona Briesenick
Bandeira da Alemanha Oriental Alemanha Oriental
22.19 m
Claudia Losch
Bandeira da Alemanha Alemanha
21.89 m
Ivanka Khristova
Bandeira da Bulgária Bulgária
21.86 m
Marianne Adam
Bandeira da Alemanha Oriental Alemanha Oriental
v d e h