Borduguês:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bem-vindo(a) à Desziglobédia

A enziglobédia livre de gondeúdo e gue qualguer um bode edidar.

61 002 ardigos · 202 630 imagens

Ajuda

Embaijada

Bergundas

Bolítigas

Mídia

Gondribuir

Ardigo em destague
Parece que nos países do leste asiático a proporção de adultos que agem como criança é maior que no resto do mundo

Adultos que agem como crianças constituem uma verdadeira praga da pós-modernidade, tanto pelas atitudes quanto por outras coisitas más. Dentre elas, podem ser citadas o tom de voz ridículo, o modo de se vestir e outras retardadices do gênero, como por exemplo: adorar o Goku, achar que saíram de algum desenho animado, falar com animais achando que estes realmente entendem o que se diz, ou simplesmente utilizar-se de brinquedos e coisas que foram feitas SOMENTE para crianças.

Esses adultos que agem como criança até parecem humanos mesmo... fisicamente, mas mentalmente é que a magia ocorre; na verdade, uma magia de encolhimento cerebral. Talvez a única forma de diferenciar um adulto normal de um adulto que age como criança é reparando nas vestes; se tiver com camisa de banda de rock ou metal, meme ou de super-herói, pode ter certeza que é uma espécime nada rara de um adulto que age como criança. Também dá pra notar pela roupa suja de punheta, mas quem é que vai ficar reparando essas coisas? Eu mesmo não...

Até os doze anos todos os seres humanos são crianças (aquele mesmo aquele parente pirralho filho da putinha que se acha o intelectual), mas nos adultos que agem como criança, mesmo após passar a puberdade, a infância nunca quis sair de seu corpo. Os então adolescentes, dos treze anos em diante, já pensavam em paquera, xaveco (logo se vê que quem fez o artigo é um desses velhos adultos que agem como criança pra usar esses termos arcaicos) e esfregação genital; já o adulto que age como criança, em sua adolescência, ainda era criança, e não queria deixar de sê-lo. A vontade de desenhar piroca de corretivo nas cadeiras era maior que a vontade de namorar.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter



Evendos rezendes


Nezde dia...


Valando nizo, vozê zabia...


Imagem da vez
 
Abresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desziglobédia, uma (dez)enziglobédia esgrida com a golaboração de zeus leidores. A Desziglobédia é um zite de humor debochado e seu gondeúdo não debe zer levado a zério. Dodas as nozas regras e bolídicas gonvergem para um só bringípio: zer engrazado e não abenas idioda. É um bringíbio amoral, mas que imblica numa édica subjagente. Significa que, no âmbito da Desziglobédia, só bodem ter brogedênzia as grítigas que se refiram à qualidade diverdida de um ardigo. Não tem, bordando, nenhum sendido dendar defender os méridos morais ou ardízdicos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, brograma, gâme, etc.) e que tenha zido zaganeado num ardigo da Desziglobédia. Ezas coizas não inderezam nem um honorável bouquinho aqui.


Bardizibação
Dodos bodem bublicar gondeúdo onrine desde que não sejam vândalos ou desresbeidem as regras. Dendre as diverzas báginas de ajuda à zua disbozizão, estão as que esbligam como griar um ardigo, edidar um ardigo ou inserir uma imagem. Em cazo de dúvidas, não hesite em bergundar e dar sua abnião.


Gomunidade
A gomunidade bem crezendo dia bós dia. Borém brezisamos de mais golaboradores para bodermos ambliar o número de ardigos em língua borduguesa e expandir, melhorar e gonzolidar os que já exisdem.


Brojetos irmãos
A Desziglobédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundazam Desziglomidia. A Desziglomidia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com gondeúdo livre:


Lista completaComeçar uma nova edição