Deslivros:Como sobreviver sendo um figurante de jogos de survival horror

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Deslivros:Como sobreviver sendo um figurante de jogos de survival horror


Deslivros4.png
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.

Este deslivro é parte do acervo de desmanuais Nuclear-explosion.jpg

Batata desciclo sem texto.PNG
A Desciclopédia possui um artigo sobre Survival horror
Batata desciclo sem texto.PNG
A Desciclopédia possui um artigo sobre Figurante de jogos

Bem vindo ao desmanual Como sobreviver sendo um figurante de jogos de survival horror que é um desmanual que te ensina a sobreviver sendo um figurante de jogos de survival horror.

Prefácio[editar]

Olá, se você é um escravo da Capcom figurante de jogos e não quer ir pro saco, parabéns, você acabou de adquirir um desmanual que pode te ajudar.

Os figurantes de jogos (do latim Pronthu pra morreuh) são aqueles idiotas completos personagens menores dos jogos que em muitos casos só servem pra dizer alguma coisa inútil ao protagonista ou simplesmente enfeitar o cenário. Mas no survival horror eles infelizmente morrem sempre em muitos casos.

Esse desmanual pretende ajudar você figurante a sair vivo de um jogo desses, e quem sabe, se tornar um personagem maior ou até mesmo o protagonista nas continuações.

Primeiro passo: identificando o subgênero[editar]

O survival horror é dividido em vários subgêneros. Embora todos tenham os mesmos clichês, é importante identificar o subgênero em que você foi parar.

FPC com tematica survival horror[editar]

Não é bemmm survival horror, é um jogo focado na ação mas com temática survival horror (ex.:"Resident Evil 4"(o mais fraco no terror)

Resident Evil 5, Zombie Infection, Silent Hill: The Arcade, etc.). Esse é o subgênero mais predominante hoje em dia.

Sendo que pra manter o tema de horror, os jogos desse subgênero geralmente têm um milhão de figurantes completamente inúteis criados só pra serem trucidados ao longo do jogo. No entanto, sempre tem aquele figurante/coadjuvante que sobrevive pra ajudar os protagonistas e geralmente vive no final.

Survival horror com ação[editar]

São jogos de survival horror que têm alguns combates, uso de armas, etc., mas que é focado no survival horror. A maioria são jogos de zumbis (ex.: Resident Evil 1, 2, 3).

Geralmente os poucos figurantes desse subgênero só aparecem pra serem mortos pelos zumbis e é impossível salvá-los, só uns 2 ou 3 podem sobreviver em algum final alternativo. Esses jogos estão cada vez mais extintos já que hoje em dia não assustam ninguém.

Horror psicológico[editar]

Se prepare para o massacre, pois aqui você vai ter sorte se conseguir salvar a si mesmo.

Os jogos de horror psicológico são jogos nonsense como Silent Hill, são focados em sustos e mortes e você tem que tentar resolver uma história nonsense.

Esses jogos geralmente não têm nenhum figurante pois todos os personagens costumam ter algum papel na história, então os únicos figurantes mesmo são os cadáveres estripados (de todo jeito imaginável) que são são simplesmente encontrados mortos ao longo do caminho e você deve recolher itens deles, ou eles só estão ali para "completar o cenário".

Infelizmente, esse é o segundo subgênero mais predominante hoje em dia.

Segundo passo: um pouco mais sobre os figurantes[editar]

Os figurantes podem ser divididos em tipos:

  • Os fudidos - São aqueles figurantes BEM clichê que apareciam principalmente nos jogos de Plastation 1 e agora deram uma sumida já que estragavam o enredo de qualquer jogo. São aqueles figurantes que o protagonista encontra já tendo sido completamente fudidos por algum inimigo (como o próprio nome sugere) e morrem na mesma cena que aparecem depois de entregar algum item e falar uma frase pela metade antes de morrer pra tentar criar algum clima de mistério.

Exemplos: 80% dos personagens de Dino Crisis

  • Qualquer um gritando - Suuuper clichê, principalmente nesses jogos antigos de zumbis. Em determinada parte do jogo, você ouve alguém gritando qualquer coisa incompreensível, mais ou menos assim: "WAAARRGH". E um pouco mais a frente, você acha um cadáver sendo comido por zumbis, pra dizer que ele é quem gritou antes de ser comido vivo.
  • Os pseudo-personagens - São aqueles que aparecem no manual do jogo como se fossem personagens e tivessem alguma influência na história, mas na prática não passam de figurantes. São aqueles que tem uma "duração maior" que os de cima aparecendo em duas ou três cenas, geralmente são amigos do protagonista que aparecem fudidos e pedem pra você ir buscar ajuda pra eles. Aí você sai da sala, resolve alguns puzzles, e depois de um tempo o protagonista decide voltar pra saber se o fulano está bem. Não importa o que você faça, quando você voltar ele vai ter morrido.

Exemplos: Richard Aiken do Resident Evil 1, Marvin Branagh do Resident Evil 2.

  • Os pseudo-personagens (tipo #2) - Mesma coisa que os de cima, mas com algumas diferenças: esses são aqueles que quando você acha, eles tem uma conversa com o protagonista sem qualquer importância e aí pedem pra você deixar eles sozinhos pensando na vida. Quando você voltar eles já vão ter morrido, ou podem sobreviver dependendo de alguma side-quest.

Dario Rosso do Resident Evil 3, Ben Gunn do Martian Gothic: Unification, ou qualquer não-protagonista dos jogos Clock Tower.