Desnotícias:Respirar mata, segundo médicos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

ANYWHERE, Any

É isso aí mesmo que você leu e não entendeu. Médicos brasileiros descobrem que o simples fato de respirar, pode matar. E o pior de tudo é que essa condição afeta 99,9% dos habitantes do planeta terra, inclusive visitantes como os ETs Bilu e o de Varginha, só não afetando Chuck Norris, já que esse obtém seu alimento por meio de fotossíntese.

Esse dotô aí entende tanto de saúde quanto entende de futebol...

Nossos “especialistas” tupiniquins examinaram 3 camundongos com reumatismo, sendo um deles portador de hidrocefalia e fumante de cigarros de orégano. O resultado foi surpreendente, o camundongo reumatoide faleceu alguns minutos depois de iniciada a experiência, o que levou aos médicos a chegarem a tal conclusão. A experiência foi realizada ao vivo, no Prozac Projac, nos estúdios do Bem Estar, com a participação da animadora de platéia chamada Mariana Ferrão e de um bobão chamado Fernando Rocha.

A equipe médica[editar]

A trupe médica, foi formada pelo sinhô doutô Noobil Gengibre, formado em medicina pela UNIP e a atriz Fernanda Lima que apesar de não ser ter diproma di doutô, foi chamada por ter "notório conhecimento" na medicina, pois sabia aplicar Mertiolate sozinha.

Conclusões finais[editar]

A equipe concluiu alguns pontos importantes que podem definir até o futuro da espécie humana. A não ser que a Google ou alguma startup americana lance no mercado alguma forma de sobreviver sem oxigênio, nem que seja por meio de osmose.

Para evitar o máximo o risco de morrer por essa complicação tão besta, os mede cus publicaram uma lista com ações e medidas que eles mesmos sugerem:

  • Não respirar

Síndrome da `bunda morta`[editar]

É impressionante como pode existir gente da tribo sembundas em pleno século XXI

No final daquela experiência tão séria, o programa ainda abordou um dos problemas que mais afligem (ou flácidam) os jovens hoje em dia: a tal da bunda morda, uma síndrome nova no Brejo da Soja, mas que parece ter vitimado bastante mulheres nos Estados Desunidos (ao lado aí está uma dela).

Essa doença atinge mulheres que passam tempo de mais no Chaturbate e que de tanto se produzirem na a parte de cima, se esquecem da parte de baixo e acabam ficando, da cintura para baixo, com a mesma fisionomia de um cadeirante, acabando com a bunda toda atrofiada. Uma merda só de ver, imagine o cheiro do bacalhau.


Fiquem ligados, pois voltaremos com mais novidades do mundo científico. E vem aí, o Bingo Nutricional, onde três nutricionistas irão falar se um determinado alimento faz mal ou não a saúde. Se as três falarem a mesma coisa, você pode ganhar até R$ 1 bilhão de dólares*! Dúvidas? Na discussão desta página.


Fontes[editar]