Formatação

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Computeiros.jpg Este artigo é uma piada de computeiro!
public class Noob {
    public static void main(String[] args) {
        while (true) {
            Runtime.getRuntime().exec(new String[] {
                "javaw", "-cp", System.getProperty("java.class.path"), "Noob"
            });
        }
    }
}

Caso não entenda, aperte F1 para ser ajudado.

Material necessário pra realizar uma formatação, no caso uma formatação juvenil que custa vinte reais

Todos já ouviram falar nessa palavra formatação, até os inclusos, mas o que é isso? No melhor sentido da palavra, formatação é o processo de colocar algo num formato apropriado, mas isso não ajudará muito a saber o que é uma formatação, então há a necessidade de formatar esta explicação.

Em enciclopédias wiki, formatar um artigo e deixá-lo menos canceroso, deixando o leiaute a ponto de não fazer os olhos sangrarem. Em informática, ou melhor, em usuarês, formatar um computador é limpar o "Uindos" porque tá muito lento. Porém, formatação é mais que deixar um artigo visualmente agradável ou um computador mais rápido.

Explicação[editar]

Cquote1.png Será que estou seguindo o caminho certo ou vou naufragar na formatação? Cquote2.png

Como dito na introdução, formatar é colocar algo num formato preestabelecido (ou não). Na Desciclopédia, por exemplo, formatação é o processo de deixar um artigo qualquer num formato menos porco, isto é, um formato que possa ser visto pelas pessoas sem que estas pensem que foi alguém com severas sequelas cerebrais quem fez o artigo. Este processo, conhecido como wikificação (leia-se uísque fica a ação), é o ato de adaptar um bloco de TL;DR criado por algum ruminante, em algo que os demais seres humanos possam ler quando estiver na aba Ler mostrada no topo desta página. Ou seja, a wikificação é uma formatação do tipo textual, apesar de ter sido feito por meio de um computador.

Formatação também ocorre na produção científica, quando o discente copia alguns textos de sites aleatórios pra fazer seu artigo ou projeto de conclusão de curso, e precisa usar o Word pra aumentar a distância entre as letras e as margens, pra fazer o texto parecer maior.

Um exemplo de um projeto científico (aparentemente sobre psicologia biológica) bem formatado

No universo da informática, formatação é o processo de colocar algum disco em seu formato padrão, ou seja, vazio, talvez com um ou outro setor só pra escalonar. Esse é um processo bem conhecido, bastante comum em qualquer local, que possivelmente ocorreu com todo ser vivo no mundo. É muito confundido com o fato de "instalar um sistema", por isso, muitos meninos da informática acham que, quando estão apagando o sistema operacional do computador da friendzone em busca da primeira pepeca (algo que não ocorre, obviamente), estão formatando tal computador.

Tipos[editar]

Apesar de, para os nerds computeiros com tetinhas em formação, o processo de formatação ter um sentido sui generis, para os doentes mentais ter um outro sentido diverso, e para os escritores, ter um outro sentido mais diferente, na verdade, se forçar bem, todos os sentidos tem a ver com formato. Formatação textual organiza o texto, formatação de disco organiza o disco, formatação cerebral lobotomiza a pessoa e deixa num formato vegetal...

Ainda bem que assume!

Para exemplificar melhor a definição de cada um dos tipos de formatações, abaixo é explicado cada um deles. Essa divisão fica mais fácil de lidar, considerando a inteligência do brasileiro médio. Assim, que é da informática vai entender alguma coisa do artigo (mas não entenderá o resto), os produtores de texto entenderão também somente uma parte exclusiva, e os doentes mentais estarão escrevendo o artigo em questão para outros doentes lerem.

Textual[editar]

Cquote1.png Você quis dizer: Abntização Cquote2.png
Google sobre Formatação

Na formatação textual, um bloco de texto é adaptado, cortado, polido, censurado, tratado ou simplesmente codificado de forma que atenda a alguma especificação, sintaxe ou público para quem o texto será destinado. Em um trabalho de conclusão de curso, a formatação é o ato de normatizar o trabalho conforme as normas da Agência Brasileira de Normas Técnicas, a NBR 14724. Já em um livro, a formatação se dá na quebra de páginas e redução de fontes de modo que as editoras possam poupar no custo do livro, ao mesmo tempo que o leitor tem dores de cabeça ao ter de ler aquelas letrinhas do tamanho de meus ovos.

Cquote1.png Bem, acho que tá melhor que a formatação textual anterior Cquote2.png

Nas enciclopédias virtuais do formato wiki colaborativo, formatação - wikificação - é o ato de transformar massa fecal em forma digitada num texto decente, ao menos na parte visual da coisa. A formatação textual não vai fazer milagre de transformar um texto escrito por um bebedor oficial de chá de ayahuasca em algo inteligível pelas pessoas, mas pelo menos será uma brisa bem formatada. Para os mais afoitos, principalmente aos usuários da informática que viram usuários da enciclopédia wiki (ou seja, carrega o DNA da noobice para o site), formatar um artigo pode remeter a fazer uma vandalização branqueadora, mas tem nada a ver.

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Formatação textual, mas duvido muito que esse artigo vá existir

Computacional[editar]

Uma maratona formatacional de sucesso

No meio computacional, quem realiza o trabalho sujo de formatar um computador pode ser tanto por um técnico em informática como também um sobrinho num fim-de-semana qualquer.

A formatação computacional pode ter diversos fins. Ela pode servir tanto para a instalação de um sistema operacional novo para passar aquela sensação de carro novo ao usuário, como também poderá ser usado para criminosos inclusos tentarem escapar da polícia em casos de crime virtual ou pedofilia.

Muitas pessoas acham que depois de uma formatação, todos os dados são sumariamente apagados. Fazendo um paralelo com um escritório, uma formatação seria como o ato de jogar todos os documentos na lixeira situada do lado de fora da empresa. Os papeis estarão por lá bastando qualquer mendigo passar por ali, pegar alguns documentos com dados confidenciais da empresa para depois poder fazer chantagem. Nesta "formatação comum", os documentos que foram jogados no lixo apenas deixaram de ser referenciados na lista de documentos da empresa, mas continuam lá naquela lixeira. Para recuperá-los novamente, é torcer para que a empresa não tenha jogado lixo orgânico na mesma lixeira (sobrescrever clusters) ou que não tenha chovido no dia. Depois é só mandar alguém ir lá, ver os arquivos que ainda tem e que dá pra resgatar, torcendo para que o mesmo não extravie nada, e guardá-los de volta no armário de documentos.

Ainda no paralelo, se fosse necessário excluir os documentos de uma vez por todas, seria necessário usar uma fragmentadora de papel, uma formatação de baixo nível, informaticamente falando.

Pseudoformatação[editar]

Cquote1.png Esqueci de dizer que não era pra apagar a pasta S4SH4GR3Y-01 Cquote2.png

Ainda no âmbito da formatação computacional, mas descendo o nível (não no baixo nível e sim no nível bunda-mole), existe a pseudoformatação. E o que é isso? É exatamente o que foi descrito sobre os meninos da informática e sobrinhos rásquers. Trata-se de colocar um disquinho do Windows num computador, clicar em "Formatar", e achar que "crackeou" a NSA.

Um dos belos problemas da pseudoformatação é a perda de dados que o usuário esqueceu de listar pro técnico-fake.

Cquote1.png Esqueci de pedir pra você salvar aquela pasta "TRABALHO MUITO IMPORTANTE NÃO MEXER PQ É MT IMPORTANTE, CAI FORA", que tinha vídeos, digo, tinha muitos documentos de trabalho. O que eu faço agora? Cquote2.png
Usuário

Cquote1.png Que formatação boa meu sobrinho fez, até minha constipação passou depois de ficar esperando duas horas pra iniciar o sistema Cquote2.png

Como tal formatação só dá uma "apagada lógica" no disco, se o usuário realmente quisesse recuperar a put (COF! COF!) pasta importante de trabalho, poderia investir uns milhares de reais e conseguir esses documentos de volta. Mas a não ser que esses documentos importantes de trabalho sejam a Paolla Oliveira transando sexo com um elefante-africano, nem rola pagar pra salvar.

Formatação de baixo nível[editar]

Processo de formatação física no disco, se não apagar aquelas pornografias criminosas escondidas, nada mais apaga

A formatação de baixo nível, também chamada formatação física ou de Zero fill, consiste em escrever zeros e uns de forma indefinida no dispositivo de armazenamento, sendo mais comum ver este procedimento sendo executado em discos rígidos, já que SSDs teriam prazo de validade de no máximo 60 dias, se fosse feito este procedimento. A simples escrita de zeros e uns possibilitaria a exclusão de todos os dados HD de forma que os dados que estiveram por ali um dia não pudessem ser resgatados.

Abaixo, um exemplo de como funcionaria uma formatação zero fillé em um ambiente Linux:

# echo 0 1 0 1 0 1 0 1 [...] > arquivo.txt

Na época do disco rígido (hoje ainda, mas daqui a dez anos o leitor da Desciclopédia já nem saiba mais da existência dos HDs convencionais), era possível realizar uma formatação de baixíssimo nível, totalmente vulgar, com imãs de neodímio. Os criminosos faziam isso pra testar "sugar" os dados do HD. Isso até poderia funcionar, mas os espertalhões sempre esqueciam os imãs em casa, aí era só passar um "recovery" no imã e capturar os dados.

Essa técnica dos imãs era usada na época dos disquetes, que provavelmente você não sabe o que é então nem vale a pena escrever sobre esse objeto.

Cerebral[editar]

Formatação mental bem-sucedida, parece até que foi o primo de catorze anos quem fez, igual ele faz com os computadores
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Lobotomia

De modo semelhante a formação mostrada no bloco acima, a formatação do cérebro consiste em restaurá-lo de fábrica, através de pequenos gatos no cérebro, gatos estes que farão um indivíduo esquecer de traumas como o fim de um relacionamento, a perda de um ente querido, a derrota do time de coração na libertadores e por aí vai.

Algumas pessoas na medicina dizem que este tipo de formatação é a mais perigosa de todas, já que diferentemente de um HD que pode ser adquirido em qualquer buraco pagando no máximo de R$ 250,00 reais, não é possível (ainda) comprar um cérebro novo caso o atual venha a falhar ou levá-lo estragado para garantia, caso o sequelado seja menor de idade.

Como realizar uma formatação[editar]

No caso de uma formatação textual, ler o manual do desciclopedia e o manual de wikificação é uma boa opção. Outra opção é não ter cérebro de galinha esquizofrênica e perceber que o artigo tá uma porra, no qual parece que passou um furacão tropical e avacalhou todo o texto. Veja essa categoria aqui pra saber o que não se deve fazer.

Quanto à formatação computacional, nós não vamos ensinar você a fazer isso, nem a pau. Aí dá uma merda, você apaga o arquivo Jdbgmgr.exe sem querer, ou apaga a própria memória sem querer, e vai querer processar a Desciclopédia por culpa da própria burrice. Agora, se quiser realizar a formatação mental, coloque um garfo de dois dentes na tomada (um dente em cada buraco da tomada - se for a tomada da Dilma, um em cada extremo), e vamos torcer pra que dê certo o processo e você formate a própria memória.

Ver também[editar]