Pedra, papel e tesoura

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Jan-Ken-Po)
Ir para: navegação, pesquisa

Sculpture samurai.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
E usa gravata na escola.

Cquote1.png HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!! Cquote2.png
Japonês muito feliz por ter ganhado a rodada.
Cquote1.png Isso é RPG ou coisa de gente normal? Cquote2.png
Você sobre pedra, papel e tesoura.
Cquote1.png Porra, fogo não vale! Cquote2.pngCquote1.png Como assim corda?! Cquote2.pngCquote1.png IMPERMEÁVEL?! Impermeável é o caralho! Cquote2.png
O que acontece quando um jogador tradicional enfrenta um que aprendeu com cartinhas de Cheetos.
Cquote1.png Isto aqui é Papua Nova Guiné do Sul! Cquote2.png
Epizêuxismo Sul-Papuano sobre citação acima.
Cquote1.png Pika Pika Pikarin! Jan Ken Pon! Kyua Peace Cquote2.png
Cure Peace sobre pedra, papel e tesoura

Pedra, papel e tesoura ou dá-que-eu-dou (aka. aiiii negaaa, ジャンケンポ, jan-ken-po, jan-ken-pon, joquempô, ou mesmo jóquei, pô!),surgiu no cú do mundo dos mangás. Isso mesmo, no Japão! Muito antes de fabricarem motos e gente (ah, não, gente quem faz são os chineses), os japinhas faziam jogos estúpidos (para imunizar sua virgindade), tais como o Sudoku (em português Só-Dou-Cú).

O jogo pode ser jogado por no mínimo duas pessoas e no máximo duas pessoas. Pode ser jogado por apenas um jogador, se este for ambidestro e esquizofrênico. Os dois jogadores, com a face voltada para Meca, contam até três, dão meia-volta, executam um pas de deux e abrem as mãos ao mesmo tempo, mostrando um dos possíveis gestos abaixo:

Pedra Papel Tesoura
Pedra Papel Tesoura
  • Pedra: Também conhecida como Rocha. Gesto com a mão fechada, como se fosse dar um soco no Seu Rocha (o patrão de quem ventou este jogo).
  • Papel: Alongam-se os dedos com a palma da mão aberta, como se fosse passar esmalte. Não é necessário, no entanto, assoprar os dedos depois. Nem desmunhecar.
  • Tesoura: Faz-se o V da Vitória, mas em direção ao jogador oponente, como se fosse cortá-lo em pedaços, rasgar-lhe o intestino e servir suas vísceras imundas aos cães do inferno. Mas lembre-se que o importante é competir e ganhar, eis a beleza deste jogo.

Se um dos jogadores fizer qualquer outro gesto, é punido com cartão amarelo e marcado tiro livre indireto. Para saber quem venceu: o papel cobre a pedra; a pedra, por sua vez, quebra a tesoura; a tesoura, em represália, invade o Iraque. Se o papel for muito pequeno e não conseguir cobrir a pedra, dá empate técnico. O mesmo vale para tesoura cega.

Curiosidades[editar]

Broom icon.svg
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que esta seção pode ser aproveitada integrando-se piadas decentes às seções mais adequadas.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!
  • Há algumas variações do jogo, no qual há gestos que representam bazucas, coelhinhos, sinal de positivo, o Homem-Aranha lançando teia, dedos cruzados e, estranhamente, até a saudação vulcana. O que é meio imbecil, visto que é só envocar um buraco negro que ele engole o que o outro invocou, não importa se é o Godzilla, chuva ácida ou até mesmo o profeta Jeremias.
  • O campeão Mundial de pedra, papel e tesoura é o canadense Rob Krueger, que abandonou o esporte após uma tendinite em seu pulso. Hoje, é um monge budista.

Galeria[editar]

Ver também[editar]

v d e h