Plasma (física)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ESTE ARTIGO É SOBRE QUÍMICA

Não confunda mufa com mufla, não têm nada a ver.

Chumbo.jpg


Somondas.jpg Este artigo é relacionado à física.

Não toque na parede do reator!


Cquote1.png Você quis dizer: plasma sanguíneo Cquote2.png
Google sobre Plasma (física)
Cquote1.png Experimente também: Plasmódium Cquote2.png
Sugestão do Google para Plasma (física)
Cquote1.png Fui eu que fiz descobri! Cquote2.png
Albert Einstein sobre plasma
Cquote1.png Dá pra comer? Cquote2.png
Carla Perez sobre Plasma
Cquote1.png O plasma é um estado da matéria. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre plasma

Amostra de plasma capturada por Beakman e utilizada pelo mesmo como abajur.

Plasma é uma coisa tão diferente do normal, que a turma não sabia o que fazer, nem como classificar, daí disse que era o quarto estado da matéria. Bando de mandrião! Se estudassem um pouquinho iam ver que é só um gás meio fresco; quer dizer, muito quente.

História[editar]

Características[editar]

O plasma é nada mais do que um gás a elevadíssima temperatura, e que teve os elétrons arrancados da eletrosfera, transformando-se numa nuvem de núcleos e elétrons, todos agindo como multidões furiosas devido à elevada energia cinética e temperatura.

Devido a esta estrutura desestruturada, o plasma é capaz de fazer coisas muito interessantes, como conduzir corrente elétrica (vulgo dar choques), produzir campos magnéticos e mais de oito mil fenômenos parapisoclógicos que até hoje são estudados por Quevedo e outros acadêmicos do assunto.

É interessante ressaltar que as estrelas (como o sol, não as celebridades) são compostas por plasma alta e extremamente ionizado, a temperaturas na ordem dos mais de oito mil graus Celsius. Portanto, o plasma constitui 99,666% do estado físico da matéria presente no Universo.

O plasma ele também pode se tornar um "plasma radioativo", fundindo trítio e deutério viram hélio, mas o processo tem uma falha: a liberação de nêutrons torna o plasma radioativo

Estado da matéria[editar]

A descoberta do plasma como estado da matéria é creditada a Albert Einstein, juntamente com mais uma leva de laranjas físicos de menor fama. A concessão de calor a um gás faz o mesmo ter aumento de temperatura, até o ponto em que os elétrons são arrancados de suas órbitas pelas vibrações atômicas, levando o gás a virar uma gororoba ionizada. A isso dá-se o nome de plasma.

Processo de ionização[editar]

Aplicações e curiosidades[editar]

Este curioso estado da matéria está sendo exaustivamente sodomizado estudado pelos cientistas e físicos a fim de criar reatores de fusão nuclear, utilizando o plasma como matéria prima para fodição fusão do hidrogênio em hélio e energia (ou não). Mais de oito mil Uma dúzia de reatores de fusão foram contstruídos, mas até agora nenhum comrçou a funcionar, por desvio de verbas.

No entanto, sua utilização como isolante magnético (já que o plasma é influenciado pelo magnetismo) parece ser muito interessante para utilização em fins bélicos e outros asuntos cujas informações são confidenciais. Na natureza, a formação de plamas ionizado na alta atmosfera é chamado de aurora boreal, pelo fato de borrar o céu durante a noite.

Ver também[editar]

Nuvola apps atlantik.png Coloque mais dados aqui. Plasma (física) merece!

Aqui poderiam estar mais dados relevantes ao invés dessa merda.
Esclareça os fatos, melhore a redação e assim salve uma alma do purgatório.
Seja útil uma vez na vida e contribua para este artigo ou seção melhorar: edite-a