Triatlo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Triatlo é uma forma moderna e socialmente aceita de auto-flagelação, que consiste na prática ininterrupta de três esportes extremamente entediantes, a natação, o ciclismo e a corrida, de modo que se o competidor tiver bom tônus físico e não morrer de ataque cardíaco, ele morre mentalmente de tédio por estar ali sozinho competindo isto.

História[editar]

Símbolo olímpico do triatlo.

O triatlo é um esporte relativamente novo, criado em 1970 no Havaí durante uma disputa entre ninjas, piratas e motoqueiros para decidir qual das três classes era melhor em sua respectiva especialização. Os ninjas diziam que correr era melhor para atirar shurikens e se esconder nas sombras, enquanto os piratas diziam que nadar era melhor para assim dominar os oceanos do mundo e os motoqueiros diziam que andar de moto era um estilo de vida para ser respeitado. Para decidir quem era o melhor, decidiram os três competir nestes três esportes, mas as motos foram trocadas por bicicletas porque ninguém da Moto GP quis emprestar alguma moto. O esporte rapidamente tornou-se bem popular a partir da década, época em que a humanidade como um todo foi tomada por uma grande cultura de libertinagem, antes da invenção da AIDS, onde era aceito a prática do sadomasoquismo de tal forma que pessoas poderiam praticar triatlo sem serem discriminadas por isto.

Em 1989 era criada a União Internacional de Triatlo, uma das federações esportivas mais inúteis do mundo, pois ao contrário de federações relevantes como IAAF, FIFA, FIG e FINA, a UIT simplesmente não tem a capacidade de criar um triatlo com regras padronizadas pois cada país faz seu triatlo do jeito que quiser com as regras que quiser, tampouco aferir recordes e estatísticas, muito menos dar qualquer incentivo fiscal para países carentes, então até hoje ninguém sabe o que a UIT faz.

O triatlo passou a ser considerado esporte olímpico nos jogos de Sydney 2000, mas para tal teve que sofrer algumas alterações, como a indumentária dos atletas que agora deveriam usar todos maiôs muito socados na bunda, para tentar tornar o esporte mais atrativo.

Regras[editar]

A transição para a bicicleta é sempre um dos momentos mais aguardados.

A primeira regra fundamental diz respeito ao uniforme dos atletas, que devem vestir maiôs indecentes socados na bunda durante toda a competição.

A largada é o grande ponto da competição, que começa sempre com uma corrida desesperada em direção ao mar (ou rio, ou lago). A natação no triatlo não possui raias ou organização, sendo dentro das regras dar socos, cotoveladas, chutes e até afogar os adversários, contanto que disfarce as agressões como sendo sem querer querendo.

A transição para a bicicleta é um momento de tensão, pois os atletas devem calçar seus tênis e vestir o capacete antes de subir na bicicleta. Qualquer pessoa que tenha calçado um tênis com os pés molhados sabe como esta fase é um perigo, pois o chulé produzido talvez será irreversível. Durante a corrida de bicicleta é permitido pegar fechar os adversários, dar joelhadas, morder e empurrar os outros para fora da pista.

A transição para a corrida é geralmente onde a maioria dos atletas recebe penalizações por irregularidades, pois os mesmos devem arremessar a bicicleta para longe e sair correndo a partir de uma linha. Neste ponto estão todos exaustos, vence aquele que chegar pirmeiro.

v d e h